Molde & Cia

5 maiores erros na hora de costurar o tecido lamê

Texto Carolina Barkauskas | Adaptação Web Evelyn Cristine

O lamê está de volta — e com força. Saias, blusas, blazers e até peças esportivas recebem esse acabamento. No entanto, ele pode assustar muita gente na hora de acionar a máquina de costura. Saiba mais sobre esse tecido e o que fazer para não errar com ele!

5 maiores erros na hora de costurar o tecido lamê

5 maiores erros na hora de costurar o tecido lamê

1. Usar a agulha errada

Se ela for muito grossa, vai deixar furos alargados e visíveis no tecido, que não voltam ao tamanho normal depois e ainda podem esgarçar com o tempo. “A de número 14, por exemplo, pode ser grossa.
O ideal seria a 12”, diz Vilma Arantes, professora do núcleo de modelagem da Sigbol Fashion, em São Paulo. Além disso, verifique se a ponta está intacta, para não romper os fios.

2. Ter que refazer a costura

Se você tiver de retirar a linha para fazer qualquer ajuste, os furos da agulha no local também ficarão visíveis. “No algodão, por exemplo, isso é mais fácil de disfarçar. Às vezes, passando o ferro, eles ficam mais discretos.

3. Usar a pressão incorreta do calcador (pé da máquina)

Se for excessiva, pode deixar o tecido cheio de ondas na área da costura. Para regular, corte um quadrado de 10×10 cm e teste antes de partir para a costura definitiva.

4. Escolher a linha errada

Ela deve ser de acordo com o tecido: por exemplo, nos 100% poliéster, a linha deve ter a mesma composição.

5. Esticar o tecido na máquina

O lamê é bem maleável, escorregadio. Para evitar que ele se mova durante a costura, o ideal é alinhavá-lo antes.

Revista Molde & Cia – Ed. 127

Mais sobre Cantinho da Costureira

passo-a-passo-blazer-capa Passo a passo: como fazer um blazer com detalhes
jeans-plus-size-capa Jeans plus size: saiba como alongar a silhueta
detalhes-capa 3 detalhes do corte e da costura que fazem toda a diferença