Molde & Cia

3 dicas essenciais para costurar couro

O couro é um material que exige atenção e cuidados especiais.

Texto: Redação | Quem deu as dicas: Zita Foster, sócia-proprietária do Evolutiva Arte em Projetos de Moda | Adaptação Web: Gabriela Zavagli

couro

Se engana quem pensa que o couro se restringe à fabricação de jaquetas de motoqueiro, bolsas e calçados. Os desfiles internacionais da temporada de inverno 2019 adiantam a tendência e reforçam sua versatilidade.

O couro animal — ou sua imitação sintética — aparece em ampla variedade de peças: sobretudos, vestidos, saias, calças, shortinhos e até mesmo em camisas. É protagonista de coleções de inverno 2019 de marcas como Alberta Ferretti, Hermès, Givenchy e Saint Laurent. A Miu Miu, a Marni e a Gucci apostam, principalmente, no acabamento poderoso do verniz. Já sua versão metalizada confere um visual futurista às criações da Balmain e da MM6 Maison Margiela.

Opções não faltam para quem deseja trabalhar com o material, porém é preciso cuidado dobrado na produção. A seguir, conheça dicas importantes que irão facilitar o trabalho!

Calcador, linha e cola

Zita Foster, sócia-proprietária do Evolutiva Arte em Projetos de Moda, garante que os couros mais delicados, como a pelica e o chamois, se comportam como tecidos elásticos e podem ser costurados em máquinas comuns. Porém, para trabalhar com os mais pesados, é necessário maquinário específico e mais potente. “Nesse caso, a reta não funciona e deixa a peça toda enrugada. É preciso usar o calcador de transporte duplo, com dentinhos que ajudam a puxar o couro sem esticá-lo”, explica Adenice. A melhor linha para a costura é a de náilon. A número 60 é uma das mais usadas para a parte interna e a 30 ou 40 para o pesponto. Quanto menor o número, mais grossa é a linha. A agulha deve acompanhar a espessura da linha e do material. Para facilitar o acabamento, a cola de sapateiro é usada para chapar a costura interna. Mas tenha muito cuidado, pois a probabilidade de manchar a peça é grande.

Sempre forrado

As peças feitas com couro natural devem ser sempre forradas. O avesso geralmente solta pelinhos finos que mancham. Em contato direto com a pele, ele também pode craquelar e ter sua vida útil reduzida.

Diferentes aspectos

Deve-se ter olhos atentos ao comprar couro. “Por ser um artigo natural, é comum haver diferença na textura e coloração”, explica Zita. Às vezes, a pele vem com marquinhas e furos que tornam necessário repensar o encaixe da modelagem para se desviar dessas partes.

Veja também: As Principais Variedades do Couro

Adquira já a edição 132 da Revista Molde & Cia!

Clique aqui para assinar a Revista Molde & Cia!

Mais sobre Cantinho da Costureira

peças-capa 3 peças perfeitas para qualquer tipo de corpo
tesoura-de-ouro-capa Sigbol abre inscrições para o concurso “Tesoura de Ouro”
peças-essenciais-capa 6 peças coringas que não podem faltar no armário